INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE SEGURANÇA E FUNCIONAMENTO DE ABRASIVOS RESINÓIDES

FISPQ disponível no web site http://www.walter.com

Manual do usuário das máquinas nas quais os abrasivos serão utilizados.

ABNT NBR 15230:2005 (Uso, Manuseio, Segurança, Classificação e Padronização); (www.ansi.org)

ANSI B7.1 (requisitos de segurança para o uso, cuidado e proteção de discos abrasivos), (www.ansi.org)

EN 12413 (requisitos de segurança para produtos abrasivos aglomerados); (www.cen.eu)

IMPORTANTE: INFORMAÇÕES OPERACIONAIS E DE SEGURANÇA

Produtos abrasivos podem gerar situações de perigo e causar acidentes se não forem usados de maneira correta e consciente. Antes de utilizar discos abrasivos, leia atentamente as seguintes diretrizes de segurança, a regulamentação indicada no rótulo do produto e as instruções nas embalagens. As orientações a seguir são abrangentes, mas não completas. Para obter informações completas, consulte "informações adicionais".

Os usuários devem aplicar todas as leis e decretos em vigor no país e em particular as relativas à segurança no trabalho (ex OSHA), Normas Técnicas Nacionais (ex ANSI), Normais Internacionais (ex. EN, ISO), as instruções sobre funcionamento e segurança das máquinas nas quais são montados os discos abrasivos e para os acessórios utilizados com discos (flanges, chaves de aperto, suportes etc.).

LEIA ATENTAMENTE E COMPARTILHE COM TODO O PESSOAL ENVOLVIDO NA OPERAÇÃO.

Este documento, as normas acima e as leis devem ser compartilhadas e compreendidas por todo o pessoal envolvido no manuseio e/ou uso de discos abrasivos. Certifique-se que todo o pessoal entenda claramente as informações. Estas regras e regulamentos devem ser considerados e seguidos por todos os usuários de produtos abrasivos.

IMPORTANTE: RECALLS DE LOTES DE PRODUÇÃO

Antes de usar um produto abrasivo, verifique o nosso site www.walter.com/safety recalls para se certificar de que não houve recall para seu lote de produção. Se o lote estiver na lista de recalls, não utilize os discos. Estes devem ser armazenados em uma área separada, com a clara indicação "NÃO USE" marcada na caixa. Contate imediatamente o nosso serviço de apoio ao cliente por e-mail, telefone ou fax.

IMPORTANTE: RISCOS

Discos abrasivos são relativamente frágeis e por este motivo devem ser manuseados com cuidado. Discos que já tenham sido utilizados, montados incorretamente, danificados ou mal utilizados podem causar acidentes graves ou ferimentos. Operações de corte e polimento podem liberar perigosos poluentes no ar. prejudiciais à saúde. Utilizar sistemas de coleta apropriados para a captação de pó/vapores, e usar equipamento individual de proteção respiratória.

Os abrasivos Walter são fabricados em conformidade com:
ABNT NBR 15230:2005
EN12413
ANSI B7.1

Topics

Informações adicionais podem ser encontradas em:

  • ABNT NBR 15230: Ferramentas abrasivas- Uso, mauseio, segurança, classificação e padronização.
  • ANSI B74.2: American National Standard Specifications - para formatos e tamanhos de discos de desbaste e para formatos, tamanhos e identificação de discos montados (www.ansi.org).
  • ANSI B74.13: American National Standard Markings - para identificação de discos de desbaste e outros abrasivos aglomerados (www.ansi.org).
  • Federation of European Producers of Abrasives (FEPA) (www.fepa-abrasives.org) - publica cartilhas úteis e completas.
  • ISO525: Produtos abrasivos - Requisitos gerais. (www.iso.org).
  • Fabricação de máquinas e equipamentos - máquinas de corte portáteis, manuais, máquinas com motor de combustão interna - Requisitos de segurança e testes (www.iso.org).
  • EN 792: Ferramentas portáteis, não elétricas - Segurança (www.cen.eu).
  • EN 13218: Máquinas-ferramenta – Segurança(www.cen.eu).
  • EN 50144: Segurança em ferramentas elétricas portáteis operadas a motor. Requisitos gerais (www.cenelec.eu)

Rótulos Walter - informações básicas de segurança:

Instruções pré-montagem

NÃO utilizar se estiver danificado

  • Inspecionar a embalagens para verificar quaisquer danos, distorções etc, que podem ter sido causados pelo transporte e manuseio.
  • Recusar entregas suspeitas e informar o fornecedor sobre embalagens danificadas.
  • Manusear e transportar discos abrasivos com cuidado, pois eles são relativamente frágeis, e evitar choques e quedas.
  • Armazenar os discos abrasivos em ambiente seco, com temperaturas entres 5ºC e 45ºC. Não expor os discos a intensas mudanças de temperatura, condições de alta umidade, água e produtos químicos, como solventes.
  • Armazenar os discos de maneira apropriada em prateleiras especiais, nunca no chão ou onde haja a possibilidade de danificá-los. Manter os discos na área de trabalho, em prateleiras ou pendurados na parede.
  • Usar os abrasivos de acordo com a data de recebimento (os primeiros discos que chegam devem ser utilizados primeiro).
  • Não deixar os discos montados nas máquinas se não estiverem sendo utilizados, principalmente se estiverem sem supervisão. Estocar discos parcialmente usados em prateleiras ou pendurá-los na parede.
  • Não armazenar os abrasivos em pilhas muito altas ou pesadas, especialmente os discos finos de corte e discos particularmente frágeis ou delicados.
  • Ao montar o disco, verificar se este apresenta rachaduras ou danos. Não usar discos danificados devido a queda acidental, ou que já tenham sido utilizados e aparentem desgaste excessivo.
  • Realizar o ensaio de som, que consiste em golpear levemente um dos lados do disco com um objeto não metálico (ex.: cabo da chave de fenda). Se o som for “choco” ou abafado, significa que provavelmente o produto esteja rachado, e deve ser inutilizado.




Video: Como Fazer um Ensaio de som para Verificar se o Disco Está Quebrado

Seleção dos discos
  • Para uma escolha adequada de discos abrasivos, consultar o catálogo e guia em nosso website www.walter.com
  • Nunca utilizar discos que tenham um diâmetro maior do que o indicado no rótulo ou no manual de instruções da máquina.
  • Certificar-se que o tamanho e o formato do disco correspondem aos previstos para a máquina usada.
  • Usar discos abrasivos única e exclusivamente em máquinas para os quais foram destinados, e apenas em metais adequados.
  • Usar discos abrasivos única e exclusivamente em máquinas para os quais foram destinados, e apenas em metais adequados.
  • A Walter usa um sistema de código de cores em seus rótulos para facilitar a seleção do disco e do material.

Vermelho para aço

 

Azul para aços inoxidáveis e ligas à base de níquel

 

Verde para alumínio e metais não-ferrosos

Cinza para concreto e materiais dúteis e flexíveis

 

Preto para plástico

  • Sempre respeitar as restrições de utilização indicada no rótulo dos discos.
 

NÃO adequado para desbaste

 

NÃO adequado para máquinas manuais

 

NÃO utilizar para desbaste ou corte com água

Velocidades
  • Assegurar que a RPM máxima da máquina seja sempre, em qualquer condição de funcionamento, igual ou inferior à velocidade máxima indicada no rótulo do disco.
  • Certificar-se que a máquina não exceda a velocidade máxima de operação do disco abrasivo (máquinas com ajuste automático da velocidade proporcional ao diâmetro do disco).
  • Verificar com um tacômetro se a velocidade de rotação da máquina corresponde ao valor indicado em sua etiqueta. Caso contrário, consertar a máquina antes de utilizá-la.
  • Ex. MAX RPM. 12 200 80 m/s
Instruções para montagem
  • Antes de montar ou desmontar um produto abrasivo, desligue a fonte de alimentação da máquina (energia elétrica, ar comprimido etc.).
  • Para abrasivos com haste montada, a velocidade do disco refere-se a um comprimento livre da haste fora da fixação máxima de 1/2". Para um comprimento livre da haste fora da fixação superior à 1/2", reduzir a velocidade.
Fixação




Video: Montagem de um Disco Abrasivo




Video: Como Montar um Disco de Corte




Video: Como Montar um Rebolo em Máquina Estacionária




Video: Como Montar un Disco Corte Grande

  • A fim de não danificar o disco durante a montagem, evitar o uso de pressão excessiva para sua fixação.
  • Nunca forçar os discos durante a montagem. Se o furo do disco for pequeno para o eixo da máquina, não forçar.
  • Verificar se o diâmetro do furo indicado no rótulo do disco corresponde ao indicado no manual de instruções da máquina.
  • Não montar discos se o furo não for compatível com o eixo. Isto pode gerar fortes vibrações e ser muito perigoso.
  • Não montar mais de um disco no mesmo eixo.
  • Nunca use disco reto Tipo 1 (EN 41), com um flange para discos com centro deprimido.
  • Alguns tipos de discos são equipados com um anel que é montado entre o flange e as laterais do disco antes de sua fixação, para evitar o deslizamento, compensar pequenas irregularidades da superfície do flange e do disco, e reduzir o desgaste do flange. O anel é feito de material macio (por exemplo, papel ou papelão) e deve ter diâmetro ligeiramente maior que o flange utilizado. Usar sempre um anel novo.
  • Discos para máquinas de bancada são equipados com um base de apoio que precisa ser ajustado antes do uso. A distância não deve ser superior a 3 mm (1/8”) do disco e não deve tocá-lo durante a operação.
Flanges

(Por ser muito extenso, o tema flanges e os procedimentos para sua montagem não foram incluídos neste manual. A máquina deve ser equipada com os flanges corretos, em conformidade com os regulamentos e instruções de uso da mesma. Informações detalhadas podem ser fornecidas pelo fabricante da máquina ou através dos links listados neste documento.)

  • Verificar se a porca de fixação está totalmente rosqueada no eixo da máquina.
  • Certificar-se que o flange esteja plano, limpo, liso, sem rebarbas e que não apresente desgaste.
  • Sempre usar flanges em dimensão e formatos apropriados ao disco a ser montado.
  • Certificar-se que o flange de apoio esteja encaixado no eixo da máquina.

Em todos os casos, as regras fundamentais para o uso dos flanges para máquinas portáteis e estacionárias são as seguintes:

  • Flanges devem ter o mesmo diâmetro e formato (recesso) voltada para a face do disco.
  • Os flanges para discos abrasivos e de corte normalmente têm o diâmetro de pelo menos 1/3 do diâmetro do disco.

Exceções:

  • Discos com centro deprimido e reforçados (tipo 27) para desbaste com máquinas manuais.
  • Discos cônicos reforçados (tipo 28) para desbaste com máquinas manuais.
  • Discos semi-flexíveis reforçados (tipo 29) para desbaste e polimento com máquinas manuais.
  • Discos de corte com centro deprimido e reforçados (tipo 42/27) para corte com máquinas manuais.
  • Discos de corte com centro deprimido e reforçados (tipo 42/27) para corte com máquinas manuais.
  • Rebolos tipo copo, ogival ou rebolos com buchas roscadas ou rebolos com hastes. Estes rebolos devem ser montados sobre um flange plano sem alívio Pontas montadas.

Onde os flanges devem ter as seguintes dimensões: Orientações gerais (consulte a ANSI B7.1, EN 12413 e FEPA para obter orientações completas).

  FEPA USA (ANSI B7.1)
Diâmetro Padrão europeu Tipo 1 corte T27, 28 e 29 Disco copo, cone ou ponta montada
1"       5/8"
2" 19mm 12.5mm (1/2") 16.5mm (11/16") 1"
3" 19mm 20mm (3/4") 20mm (3/4") 1"
4" (3/8" furo) 19mm 25mm (1") 20mm (3/4") 1-3/8"
4" (5/8" furo) 32mm 25mm (1") 28mm (1-3/32") 1-3/8"
4-1/2" 41mm 29mm (1-3/16") 38mm (1-1/2")  
5" 41mm 32mm (1-1/4") 41mm (1-5/8") 1-3/4"
6" 41mm 38mm (1-1/2") Adaptadores especiais 2"
7" 41mm 45mm (1-3/4") Adaptadores especiais  
9" 41mm 58mm (2-1/4")* Adaptadores especiais  

*usar flanges de fixação Walter nº. 30-B 022

Nos EUA (ANSI B7.1): Regra geral para discos de corte Tipo 1: os flanges devem cobrir pelo menos ¼ do diâmetro do disco. Flange para discos Tipo 27 deve abranger 1/3 do diâmetro do disco.

Adaptadores especiais para discos Tipo 27 (centro deprimido), 28 (formato cônico) e 29, discos com diâmetro maior que 5" são obrigatórios nos EUA. O flange traseiro (adaptador) deve ser maior do que a área do centro deprimido. O flange deve apoiar a lateral do disco quando houver pressão exercida durante o desbaste.
A porca de fixação é menor que 1/3 do diâmetro e se encaixa no centro deprimido do disco para evitar interferir com a peça de trabalho. Ao usar este tipo de flange, prestar especial atenção aos seguintes pontos:

  1. Deve haver uma pequena folga entre periferia da calota anterior do flange e da superfície da disco, para assegurar que a pressão de travamento é exercida apenas pelo centro do flange.
  2. A periferia da face da calota anterior do flange deve estar em contato com a superfície da disco somente quando este flete sob carga.
  3. Não usar anéis espacadores ao montar esses tipos de flanges.

Evitar condições fixação inadequadas como mostrado na figura abaixo.

Recomendações especiais para a utilização de discos Spin-On




Video: Como Montar o Disco Spin-on

 
  • Os discos Spin-On devem ser montados com o flange de apoio. Este deve ser limpo e ser de tamanho equivalente ou maior que a porca Spin-On.
  • Os discos Spin-On devem ser montados com a parte elevada em direção ao flange de apoio (isso se aplica a TODOS os discos com centro deprimido).
  • Rosquear totalmente, até que a base do disco esteja apoiado sobre o flange.
  • Certificar-se de que pelo menos quatro fios de rosca estejam totalmente fixadas ao eixo
       
  • Antes da montagem, inspecionar as roscas do disco e da máquina para certificar-se de que não estejam danificadas ou desgastadas.
  • Evitar que a porca de polímero entre em contato com a peça de trabalho.
 
  • Não usar o disco se as roscas estiverem gastas.
  • Não encavalar a rosca ou forçar o disco no eixo da máquina
  • Verificar se a rosca do eixo da máquina e o da rosca da porca de fixação são compatíveis (M14 - 5/8”).
  • Não retirar e reutilizar as porcas de polímero em outro discor.
  • Rosquear totalmente, até que a base do disco esteja apoiado sobre o flange de apoio.
  • Certificar-se que a porca de fixação esteja totalmente rosqueada no eixo.
  • Antes da montagem, inspecionar as roscas do disco e da máquina para certificar-se de que não estejam danificadas ou desgastadas.
Operação




Video: Como Operar com Segurança uma Esmerilhadeira Angular com Disco de Corte Delgado

  • Após a montagem do disco abrasivo, certifique-se que ele gire livremente, girando-o manualmente, antes de ligar a máquina.
  • Verificar se os discos estão completamente contidos dentro da capa de proteção. Prestar atenção especial aos discos mais espessos, de formato cônico (tipo 28), ou quando usar porcas de fixação mais grossas
  • Fixar firmemente as peças de trabalho antes de iniciar qualquer operação.
  • Sempre segurar a máquina firmemente com ambas as mãos.
  • Ao se dar partida em uma ferramenta abrasiva, deve-se deixar que ela gire pelo menos 2 min, na velocidade de operação indicada, com as capas de proteção montadas no lugar correto, sendo que durante esse tempo nenhuma pessoa deve ficar em frente à máquina.
  • Ao cortar ou desbastar peças compostas (soldadas, parafusadas, coladas etc.), pode ocorrer que peças tensionadas sejam liberadas eo colocadas em movimento Esta situação pode ser perigosa (consulte e solicite a aprovação de um engenheiro de estruturas, a fim de avaliar as conseqüências de operações de corte e desbaste).
  • Não utilizar produtos abrasivos na presença de materiais combustíveis ou inflamáveis (orgânicos, inorgânicos, metálicos) e/ou físico (sólido, líquido, gasoso, pó), independentemente se estiverem em ambiente aberto ou contido em tambores, tanques ou tubos. Recomenda-se manter sempre um extintor de incêndio nas proximidades.
  • Não usar materiais abrasivos para desbastar e/ou cortar recipientes, tanques ou tubos que tenham contido produtos combustíveis, inflamáveis ou explosivos (sólido, líquido ou gás).
    • Se o abrasivo ou a máquina gerar vibrações incômodas, interromper a operação. Substituir o disco, verificar as condições da máquina, equipamentos e certificar-se que a peça de trabalho esteja bem fixada.
    • Caso o disco fique muito desgastado nas laterais durante a operação, interromper seu uso e descartá-lo.
    • Quando o disco de corte ou desbaste atingir 3/4 de seu diâmetro original, deve ser rejeitado e substituído por um novo.
    • Nunca permitir que a peça de trabalho desgaste a área do centro deprimido ou toque as porcas de fixação.
    • Operar a máquina de maneira que as fagulhas sejam lançadas para longe do rosto e do corpo do pessoal presente nos arredores.
Ângulo de trabalho

Discos de desbaste tipos 27, 28 e 29 não devem ser usados em um ângulo muito baixo ou muito alto em relação à peça-obra.

Tipo 27: Ângulo ideal para discos de desbaste varia de 15° to 30°

Tipo 29 Ângulo ideal para discos flexíveis é 10°

Tipo 28: Ângulo ideal é inferior a 10°

Para discos Combo Tipo 27 (corte e desbaste), o ângulo ideal é de 90° ou 20°

O único ângulo permitido para discos de corte é de 90° em relação ao material (Tipo 1 (EN 41) – reto)

 
 
 
 

Tipo 27 / (EN 42) – centro deprimido)

  Proteção de olhos, rosto, ouvidos e pulmões

Olhos / Rosto: As fagulhas produzidas durante operações de desbaste e corte podem causar sérios danos aos olhos e à pele. Recomenda-se o uso de óculos adequados e proteção facial, máscaras ou protetores que cubram todo o rosto, combinado com óculos de proteção. Avaliar os perigos específicos e escolher a proteção adequada. Consultar a ABNT NBR 15230 sobre equipamentos individuais de proteção para olhos e rosto.

Proteção dos ouvidos: O ruído gerado por produtos abrasivos pode exceder 80 dBA. A exposição prolongada a ruídos gerados durante a utilização de produtos abrasivos pode causar danos permanentes ao sistema auditivo do operador e do pessoal presente em áreas próximas ao trabalho. Sempre realizar uma avaliação do risco de ruído associado ao uso de produtos abrasivos. Utilizar medidas de precaução e de proteção adequadas, tais como tampões de ouvido, telas anti-ruído etc.

Proteção do trato respiratório: Produtos abrasivos e peças de trabalho podem gerar ou liberar partículas, pó, fumaça ou vapores nocivos para a saúde. O excesso desses contaminantes no ar pode causar irritações e danos permanentes aos olhos, pele e trato respiratório. É obrigatório realizar sempre uma avaliação dos riscos físicos e químicos associados ao uso de produtos abrasivos e adotar as medidas adequadas de proteção.

  Proteção das mãos:

Proteção de mãos e braços: Estilhaços, faíscas, fragmentos, peças quentes ou rebarbas produzidos durante operações de desbaste e corte, ou o manuseio de discos ou peças de trabalho podem queimar, cortar ou irritar a pele. Usar luvas de couro reforçadas que cubram também os antebraços e pulsos.

- Usar vestuário resistente e à prova de fogo, capacetes ou protetores para a cabeça, aventais grossos de couro e sapatos de segurança. Nunca deixe partes do corpo desprotegidas durante o trabalho. O usuário não deve usar roupas largas a fim de evitar acidentes. Um pedaço de tecido que fique preso no disco, na peça de trabalho ou na máquina pode resultar em ferimentos graves. Além disso, pessoas que não estiverem usando produtos abrasivos diretamente, mas que estiverem na área de trabalho, devem usar equipamento de proteção adequado.

Proteção contra vibrações: A exposição prolongada a vibrações pode causar danos fisiológicos para o operador, desde perda da sensibilidade e da habilidade dos dedos, mãos e braços, formigamento e dormência, dor, rigidez, inflamação dos tendões, músculos e ligamentos, até incapacidades permanentes.

A intensidade destes sintomas depende dos seguintes fatores:

  • Tipo e nível de exposição
  • Duração da exposição
  • Condição e tipo de disco, máquinas e acessórios usados (flanges, suportes etc.).
  • Condições de trabalho

Por isso, é recomendável manter máquinas, equipamentos e flanges em perfeitas condições. É aconselhável substituir máquinas obsoletas com altos níveis de vibração por modelos mais novos com baixa vibração e usar produtos abrasivos balanceados e adotar medidas de proteção adequadas.

Equipamentos e condições de trabalho

Usar capa de proteção

Usar exclusivamente máquinas fornecidas com capa de proteção adequada e verificar se as mesmas estão seguras e em boas condições. Capas de proteção devem ser adequadas e capazes de resistir a choques gerados pelas projeções dos discos em casos de haver rupturas. As capas de proteção devem cobrir metade da superfície do disco em ambas as laterais, deixando uma área livre adequada para a realização da operação. A parte descoberta da capa de proteção deve ser posicionada para o lado oposto ao operador. No caso de capas de proteção ajustáveis, estas devem sempre ser montadas a fim de proteger o usuário de fagulhas e fragmentos em caso de ruptura. Não alterar as capas de proteção. Em caso de dúvida, contate o fabricante ou o distribuidor da máquina. As capas de proteção devem respeitar as normas ABNT 15230, EN792, EN13218, EN 1454, EN50144, ANSI B7.1, CSA-C22.2 (UL 60745-2-3).

As capas são necessárias para discos (em qualquer uma dessas condições):

  1. Diâmetros superiores a 3”
  2. Com espessura superior a ¼” ou 6mm
  3. Para velocidades periféricas superiores à 45m/s (9500SFM ) – ex: acima de 18000RPM para 2”)

Verificação de máquina e equipamentos: Many accidents occur because of faulty or worn grinders. Always check the maintenance schedule of grinders and equipment (flanges, backing pads, pivots, adaptors, etc.) before mounting abrasive products, especially if it has not been used for some time.

Proteção elétrica: Evitar o uso de máquinas elétricas em pisos molhados, na presença de chuva ou em condições de muita umidade. Prestar atenção para não danificar ou destruir o cabo elétrico da máquina. Se o cabo estiver danificado, não usar a máquina. A eletricidade estática gerada pela fricção de produtos abrasivos na peça de trabalho pode causar choques elétricos.

Ambiente e condições de trabalho:

  • Evitar: posições perigosamente instáveis e desconfortáveis; esforços repetidos em alguma parte do corpo em particular; curvar-se desnecessariamente. Manter sempre uma posição estável, para evitar tensões súbitas e/ou elevadas originadas pelo uso da máquina.
  • Garantir iluminação adequada
  • Manter o ambiente de trabalho com temperatura e umidade adequadas.
  • Manter a circulação de ar no ambiente de trabalho
  • Manter a área de trabalho limpa e livre de obstáculos. Certificar-se que o piso não esteja escorregadio (molhado, oleoso, etc.).
  • Sempre verificar se há produção de partículas incandescentes e assegurar que estas não causem incêndios, danos, lesões, etc.
  • Remover todos os materiais combustíveis, inflamáveis ou explosivos da área de trabalho.
  • Usar equipamentos de proteção coletiva, tais como biombos, telas de proteçao e de redução de ruído.
Restrições para uso

Não se deve:

  • Permitir que pessoas não habilitadas manuseiem, armazenem, montem ou utilizem produtos abrasivos.
  • Montar ou remover o abrasivo da máquina antes que a mesma tenha parado completamente e esteja desconectada da sua fonte de energia (energia elétrica, ar comprimido, óleo etc.).
  • Utilizar os discos se você não tiver certeza das condições em que foram estocados, se tiverem sido deixados sozinhos, retirados do lixo ou forem de origem duvidosa...
  • Molhar os discos abrasivos. Não usá-los se tiverem sido expostos a alta umidade ou líquidos.
  • Usar discos que tenham sofrido queda, danos, quebras; discos muito gastas ou que aparentem ter sido utilizados de forma incorreta, ou cujo consumo seja irregular.
  • Usar abrasivo em máquinas trabalhando a uma velocidade superior à velocidade nominal constante no disco, ou em máquinas que não indiquem a velocidade de rotação em sua etiqueta.
  • Montar os discos com diâmetro diferente / tipo do que o indicado na etiqueta e/ou nas instruções da máquina.
  • Tentar forçar a montagem, alterar ou ampliar o diâmetro do furo. Caso o diâmetro não seja adequado, escolher outro disco com o tamanho correto.
  • Apertar as porcas com torque excessivo, por meio de martelo ou alavanca.
  • Usar discos sem os flanges apropriados, com flanges danificados ou sujos, ou quando suas superfícies não estiverem perfeitamente planas.
  • Reutiizar porcas ou flanges embutidos (de metal ou plástico) em outros discos.
  • Usar discos abrasivos para aplicações diferentes daquelas para as quais eles foram fabricados, ou em materiais diferentes daqueles para os quais foram projetados.
  • Usar discos de corte (ex. tipo EN 41 e 42) para desbaste. Não aplicar pressão lateral nos discos de corte. Não usar discos de cortes para corte de curvas.
  • Usar discos de desbaste (Tipo EN 1, 27, 28, 29) para operações de corte.
  • Montar mais de um disco no mesmo eixo.
  • Usar discos de desbaste do lado errado.
  • Desbastar com a lateral do disco, a menos que o produto tenha sido expressamente projetado para esta aplicação.
  • Ligar a máquina se o produto abrasivo estiver em contato com a peça de trabalho ou com qualquer outro objeto.
  • Posicionar-se no eixo de rotação do disco ao ligar a máquina.
  • Usar máquinas ou discos abrasivos que produzam vibrações excessivas.
  • Bater o disco na peça de trabalho, ou vice-versa.
  • Abusar ou forçar os abrasivos durante sua operação.
  • Segurar a peça de trabalho com as mãos durante a operação.
  • Remover ou modificar a capa de proteção e não usar a máquina se a capa de proteção não estiver reposicionada, ajustada e bem travada.
  • Remover as alças de máquinas portáteis..
  • Modificar produtos abrasivos de qualquer forma
  • Usar discos sem equipamentos de proteção individual como óculos, máscara, protetor auricular, avental, luvas etc.).
  • Utilizar produtos abrasivos na presença de materiais combustíveis ou inflamáveis.
  • Usar produtos abrasivos próximo a outras pessoas que não estejam usando equipamento de proteção.
  • Usar produtos abrasivos em ambientes sem ventilação adequada e dispositivos de sucção para pó/vapores.
  • Permitir o superaquecimento de produtos abrasivos. Temperaturas muito altas podem danificar a estrutura do produto e torná-lo perigoso.
  • Permitir o superaquecimento de produtos abrasivos. Temperaturas muito altas podem danificar a estrutura do produto e torná-lo perigoso.
  • Desbaste/corte em materiais muito quentes ou incandescentes<
  • Pressão excessiva aplicada sobre o abrasivo
    • Corte incorreto ou não condizente com o produto abrasivo
    • Empastamentos
Recomendações para uso

Deve-se

Descarte de produtos abrasivos

O descarte de produtos abrasivos deve ser feito em conformidade com a legislação em vigor no país, sempre respeitando o meio ambiente. Para o descarte adequado, pode ser necessário ter a Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico (FISPQ). Produtos destinados ao descarte devem ser quebrados, para garantir que não sejam mais utilizados.

Treinamento

Todo o pessoal envolvido em operações, logística, transporte, estocagem, manuseio, montagem, utilização, desmontagem e descarte de produtos abrasivos devem ser treinados em todos os assuntos referentes ao uso seguro de produtos abrasivos. É importante que as informações (instruções, folhetos, tabelas etc.) sejam sempre acessíveis a todo o pessoal. Manter um registro atualizado do pessoal treinado.

A participação em cursos especiais de formação é altamente recomendável. A Walter oferece seminários de segurança gratuitos sob demanda. Para obter maiores informações, contate o seu representante local Walter.

Guias
Videos
FISPQ

O conteúdo deste documento está protegido por direitos autorais e sua distribuição é permitida e incentivada. A divulgação deste material é permitida e é sugerida. No entanto, alterações, omissões e reproduções são absolutamente proibidas.